Depoimentos biblio_para blog 2

Published on dezembro 19th, 2014 | by Empreende Biblio

0

Blog BiblioGastronomia da empreendedora Ingrid Lopes

Ingrid Lopes Abs é formanda em Biblioteconomia na Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e desde 2011 vem empreendendo. Ingrid criou o blog Bibliogastronomia para ser um canal de informação gastronômico para amantes da gastronomia e para pessoas que desejam saber sobre este tema. Confira a conversa que tivemos com ela sobre este projeto:

Ingrid fale um pouco sobre você.

Sou formanda em Biblioteconomia pela UFAL de Alagoas, natural de Teresina /PI, mas resido em Maceió – AL.

O que despertou teu interesse em empreender?

Já venho de uma família de empreendedores, desde os 15 anos vivo no meio de negócio da família uns deram certo e outros não.

Conte-nos como tudo aconteceu e as influências que você teve para empreender.

Como disse anteriormente venho de família de empreendedores, e minha influência veio do meu pai, fiz vários cursos relacionados a negócios, um dos primeiros cursos foi iniciando um pequeno grande negócio, e sempre busquei aprender o máximo possível por onde passei. E sempre tive em mente que queria montar um negócio, não sabia como, nem onde e quando.

E como surgiu a ideia de criar o blog?

Sempre gostei de fazer algo diferente e quando entrei na graduação de biblioteconomia eu queria sair da área de biblioteca e inovar na área foi então que em 2011 eu criei o blog Bibliogastronomia (O seu canal de informação gastronômico para amantes da gastronomia e aquelas pessoas que desejam saber sobre este tema), a ideia não era postar receitas e sim outras notícias como história da alimentação, cursos, dica de negócios e etc. Depois senti a necessidade de saber como esse chefs atuava na cozinha e criei o papo com chef que é um blog/site especializado em entrevista. A inserção na área gastronômica não foi fácil, mas, nunca desisti. No ano de 2012, recebi um convite de organizar um curso de massas artesanais italianas em Maceió, eu não tinha noção e nem experiência nessa área, mas, aceitei o desafio e conseguir trazer o chef de cozinha em parceria com uma faculdade de gastronomia. No ano de 2013 recebi um convite para ser pesquisadora de um evento inovador e o idealizador do projeto me perguntou se eu enfrentava o desafio e aceitei o convite. O nome é Prêmio Nacional Dólmã (É um reconhecimento dos profissionais que se destacam na área gastronômica). O evento aconteceu em maio e foi um sucesso, a segunda edição será em Mato Grosso do Sul (projeto anual e itinerante). Entendendo um pouco do mercado vi uma oportunidade de negócio que era na área de vestuário do chef ( bandana, avental e dólmã, cujo nome é Estilo na Cozinha e a empresa está sendo estruturada para 2015, mas já vendemos algumas peças em Maceió, São Paulo, Porto Alegre, Macapá, Bahia, Goiânia.

Qual tua opinião sobre empreendedorismo na Biblioteconomia?

Desde que entrei na graduação senti uma necessidade do empreendedorismo no curso, e acho muito importante inserir programas de empreendedorismo na área, o bibliotecário com as novas tecnologias ampliou novos horizontes e mercados de atuação, e este profissional não tem só a biblioteca para trabalhar. O bibliotecário ele necessita ser um profissional mais criativo para criar seu próprio mercado, que tenha iniciativa para atuar no mercado competitivo nos dias atuais. E sempre digo que o estudante ele já tem que pensar no que vai fazer depois da  graduação e já se inserindo no mercado que quer atuar, pois o caminho é longo e não devemos esperar para depois da graduação, pois as dificuldades surgirão.

Se você fosse dar dicas de oportunidades de negócios na área para bibliotecários que desejam empreender, quais seriam?

Consultoria na área informacional, Gerenciamento em sites e blogs. Os bibliotecários podem atuar em diversos setores como,por exemplo, em meios tecnológicos auxiliando na preparação de materiais de  divulgação do ambiente interno e externo, podem  contribuir na melhoria da visibilidade da organização. Podendo se valer de algumas formas no processo de informação como: os anúncios, folhetos ou folder, publicidade, jornal de grande circulação, listagem e banco de dados, outdoor, merchandising, marketing cooperado, divulgando interior do estabelecimento; mídias, guias e sites para eventos, como meio de disseminação da informação externa. Essas oportunidades valem para empresa de pequeno porte até as grandes corporações, mas o profissional deve se qualificar na área que deseja atuar.  Deixo um conselho aqui para quem deseja empreender, primeiro fazer pesquisa de mercado, ter ideias inovadoras, e trabalhar muito e com amor e dá o melhor de si, e não desistir na primeira dificuldade.

Conheça o blog da Ingrid aqui .


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑